Academia da Pedra Natural: projecto exemplar para potenciar o sector

   Pub   
   Pub   
   Pub   

No âmbito da Semana da Internacionalização da Escola Superior de Tecnologias e Gestão (ESTG), do Instituto Politécnico de Portalegre (IPP), o projecto A Academia da Pedra Natural (APN) foi publicamente apresentado no passado dia 13 de Abril, e vai funcionar nas instalações do CEVALOR, em Borba.
.
A Academia da Pedra Natural (APN) foi criada, recentemente, e nasceu de uma associação inovadora entre entidades representantes da indústria, do ensino técnico-profissional e do Ensino Superior Politécnico e Universitário, com vista a oferecer e promover formação, investigação e desenvolvimento tecnológico específicos para o Sector da Pedra Natural.

O projecto junta um conjunto de parceiros: o IPP/ESTG, a Universidade de Évora, o CEVALOR – Centro Tecnológico para o Aproveitamento e Valorização das Rochas Ornamentais e Industriais, a ESTER – Associação para a Formação Tecnológica no Sector das Rochas Ornamentais e Industriais (ESTER) e a Associação VALORPEDRA.

A oferta de formação especializada da Academia da Pedra Natural abrangerá todos os níveis de formação (do 1 ao 8): profissional, técnica superior, superior e avançada.

 Pub 
 Pub 
 Pub 
 Pub 

No memorando de criação do projecto especificam-se os seus objectivos:
Pretende-se formar quadros com elevada competência técnica e científica (com todos os níveis de formação, inclusive doutoramento e pós-doutoramento) em áreas base da caracterização e especificação da matéria-prima, da engenharia, do design e da gestão e com uma noção abrangente e actual do Sector da Pedra Natural, capazes de liderar o processo de actualização tecnológica, e de internacionalização das empresas tradicionais do Sector da Pedra Natural, que permitam a manutenção do crescimento do sector
(…)
Considera-se prioritária a criação de condições para a recuperação de dezenas de empresas do Sector da Pedra Natural, que devido ao colapso da construção civil em Portugal deixaram de ter encomendas. Estas só com recurso à modernização tecnológica e incorporação de recursos humanos competentes e vocacionados para o sector terão condições de acesso à única saída possível para a sua manutenção a médio prazo: a Exportação. Este ponto é reforçado pelo facto de actualmente o Sector da Pedra Natural ser um sector de bens transaccionáveis, de alto valor acrescentado e apresentar elevado crescimento, em claro contraciclo com a recessão da economia Europeia.
(…)
O sector da rocha natural tem forte implantação na região (dos dois lados da fronteira) e dado o carácter inovador desta parceria, entre ensino superior politécnico, universitário, formação profissional e indústria, pretende-se atrair público de todas as regiões do país onde o sector da rocha natural já teve ou tem ainda papel de relevo e que procura melhorar a sua formação frequentando esta formação fortemente inovadora e focada na especialização.