Início Política Autárquicas 2017 Autárquicas 2017: André Churra demite-se da liderança da Juventude Popular

Autárquicas 2017: André Churra demite-se da liderança da Juventude Popular

No seguimento dos resultados das eleições autárquicas venho comunicar que a partir deste dia 02-10-2017 deixarei de ser o presidente da concelhia de Elvas da Juventude Popular.

COMPARTILHE
Arquivo
   Publicidade   

O presidente da concelhia de Elvas da Juventude Popular (JP), André Churra, deixa a partir de hoje o seu lugar vago na sequência da derrota de ontem nas Eleições Autárquicas.

O CDS +Independentes, cuja lista à Freguesia de São Vicente e Ventosa André Churra liderava, não foi além de 10,84% dos votos elegendo apenas um mandato dos sete eleitos na freguesia que o Partido Socialista (PS) venceu.

Em comunicado enviado às redacções André Churra afirma que na sequência “dos resultados das eleições autárquicas” deixa a “partir deste dia 02-10-2017” de ser “o presidente da concelhia de Elvas da Juventude Popular”.

O jovem centrista salienta o seu desempenho do cargo, desde 2014, mas os resultados de ontem “não foram os esperados” e “há que assumir que algo não foi feito no sentido de contrariar as tendências”.

André Churra deixa a liderança da JP mas garante que irá “cumprir as minhas funções de autarca em São Vicente e Ventosa”, assumindo “também aqui um resultado que não corresponde às expectativas de nenhum de nós”. Diz a terminar que agora “é tempo de me dedicar a outras causas “ mas promete ficar “atento e quem sabe um dia volte à actividade política”.

O comunicado de despedida, na íntegra:

No seguimento dos resultados das eleições autárquicas venho comunicar que a partir deste dia 02-10-2017 deixarei de ser o presidente da concelhia de Elvas da Juventude Popular.

Desde 2014 que desempenho este cargo e também pelo facto dos resultados autárquicos de ontem não terem sido os esperados, há que assumir que algo não foi feito no sentido de contrariar as tendências. Este órgão pautou pela competência e trabalho, fruto da nossa insistência, foi constituído o Conselho Municipal da Juventude, bem como várias reivindicações nossas terem levado bom caminho na Assembleia Municipal e Câmara Municipal.

Apesar de tudo, chega o final de um ciclo e o futuro espera-se que seja promissor. Há nesta juventude partidária quadros muito válidos em todas as áreas, e espero que a afirmação se venha a concretizar a seu tempo. A minha ligação à Juventude Popular extinguir-se-à também no próximo Congresso da JP onde não voltarei a integrar qualquer órgão nacional.

Existem ainda autarcas recém-eleitos que sendo jovens independentes, acabam por formar parte desta família e poderá estar neles a chave para o futuro.

O CDS-PP perde, lamentavelmente a sua voz na Câmara Municipal o que não pode nunca ser bom prenúncio. Tiago Abreu foi a voz do dos cidadãos que nunca se acomodaram à gestão camarária. O tempo revelará que essa foz irá fazer falta.

Passarei após o dia de hoje a cumprir as minhas funções de autarca em São Vicente e Ventosa, assumindo também aqui um resultado que não corresponde às expectativas de nenhum de nós.

Em último lugar gostaria de deixar um agradecimento especial a toda a estrutura da Juventude Popular e do CDS-PP, bem como aos órgãos de comunicação social Elvenses que nunca se demitiram do seu papel de informadores, acorrendo à nossa sede sempre que solicitados.

É tempo de me dedicar a outras causas, permanecerei atento e quem sabe um dia volte à actividade política partidária.

Grato por tudo,

André Filipe Cordeiro Churra

   Publicidade