Início Actual Bombeiros Voluntários de Campo Maior têm nova direcção

Bombeiros Voluntários de Campo Maior têm nova direcção

COMPARTILHE
   Publicidade   
   Publicidade   

A tomada de posse da direcção eleita para os órgãos sociais dos Bombeiros Voluntários de Campo Maior (BVCM), liderada por João Rosinha, eleita no passado dia 10 de Novembro, teve lugar na sexta-feira, dia 17 de Novembro, em cerimónia que decorreu no salão do Quartel da Corporação.

Nas suas intervenções, Francisco Louro e Rui Connchinha, felicitaram a nova direcção e fizeram questão de endereçar os agradecimentos aos Bombeiros de Campo Maior, pela acção desenvolvida no período dos incêndios que assolaram o país chegando a afirmar: “vocês foram uns heróis”.

Ricardo Pinheiro, Presidente do Município campomaiorense, depois de felicitar os empossados, salientou que “o que aconteceu nesta instituição nos últimos tempos foi uma grande lição para todos, incluindo os Bombeiros”. Considerando que “este é um momento de reflexão sobre a actividade dos bombeiros e sobre o voluntariado”, Ricardo Pinheiro fez um apelo à união de esforços e manifestou “a disponibilidade do Município para apoiar e ajudar a instituição numa gestão que se quer rigorosa, na procura de melhores condições para os Bombeiros de Campo Maior”.

O recém-empossado João Rosinha, relembrando os momentos conturbados que os bombeiros conheceram nos últimos tempos, manifestou “a disponibilidade que este grupo demonstra em ajudar esta instituição que merece muito respeito”. “Transparência e rigor” foram os pressupostos apresentados por João Rosinha no desenvolvimento “do trabalho que iremos desenvolver para conseguir melhores condições para a actividade dos Bombeiros em prol da população”, frisou. Dirigindo-se aos elementos do corpo activo dos Bombeiros, João Rosinha afirmou: “apenas exigimos lealdade” e, lembrando todos os que passaram pela instituição, e aqueles que continuam a apoiar, espera “contar com o apoio de todos para que o Bombeiros sejam uma instituição forte, confiante e digna”, pois os Bombeiros são uma instituição “que merece muito respeito”, concluiu.

Joaquim Folgado/Campomaiornews

   Publicidade   
   Publicidade