Campo Maior | OUTROS SONS
Festival de Músicas do Mundo

Festival Outros Sons
   Pub   
   Pub   
   Pub   

O Festival Outros Sons é uma nova aposta do Município de Campo Maior para levar até à comunidade músicas de outras paragens!

Em 2022 o Outros Sons acontece nos dias 24, 25 e 26 de Junho, em vários locais de Campo Maior e integra 6 concertos distintos e dois workshops para público escolar.

Em finais de 2014 apresentou o seu primeiro disco a solo Da Voz do Embondeiro, no Teatro Lethes em Faro, álbum que a levou a tocar em Espanha, Brasil e em Cabo Verde.

 Pub 
 Pub 
 Pub 
 Pub 

Este seu trabalho a foi o resultado das suas viagens pela costa Ocidental Africana e pela Europa, e do encontro com músicos tradicionais dos diferentes países.

A par destes trabalhos originais, foi convidada para diversas parcerias musicais, a última das quais, apresentada em Setembro de 2016 no Hotel Ritz em Lisboa, ao lado do pianista Artur Guimarães, e da cantora Sofia Escobar.

Além disso desenvolveu ainda repertório de música medieval, apresentando-se nas mais conceituadas recriações históricas nomeadamente Santa Maria da Feira, Castro Marim, Silves, Torres Novas e Palmela.

“Sax on the Road”, um projecto de música improvisada do vouzelense António Ramos, o qual ao longo dos anos contou com a colaboração de vários músicos como António Pinto Jorge Nunes, sendo actualmente constituído por António Ramos (saxofone, loops e percussões) e Dolores Spínola (guitarra barítono e percussões). Já editou três Cds: “Hasta la vista”, “Kif-Kif Van” e “Lisboas”, todos com ilustrações de José Smith Vargas.

Inspirados na floresta do Alto Alentejo, este leque de músicos viajantes conheceram-se em Marvão, onde se juntaram para criar e misturar melodias vindas de várias regiões do mundo.
Oferecem um concerto interactivo, cheio de energia, humor, histórias e de ritmos variados, criando um som próprio e sólido como a paisagem serrana do interior.

As suas letras transmitem uma clara mensagem de esperança e resistência e recordam-nos a necessidade de retornar aos ritmos naturais de outrora, num mundo onde cada vez mais é necessário recuperar os valores ancestrais que a mãe terra nos ensinou.

Karyna Gomes é cantora e compositora. Filha de pai guineense e mãe cabo-verdiana, Karyna nasceu em Bissau, cidade pequena da África Ocidental onde cresceu a ouvir música tradicional, urbana e ritmos de todo o mundo. Considera que a sua musicalidade está enraizada nos convívios de quintal, típicos das sociedades mestiças dos trópicos e do hemisfério sul e que é influenciada pela sua vivência em três continentes – África, América Latina e Europa. Iniciou a sua carreira musical a cantar gospel no grupo Rejoicing Mass Choir em São Paulo, onde viveu cinco anos. Após ter regressado ao país natal, foi convidada por Adriano Ferreira (Atchutchi) a integrar o histórico e revolucionário grupo Super Mama Djombo. Em 2011 decide mudar-se para Portugal em busca da realização de um sonho, deixando para trás uma carreira em Comunicação para o Desenvolvimento.

Raiz Lusa é como se chama o mais recente projecto de música tradicional portuguesa, inspirado no nosso inigualável e riquíssimo cancioneiro.

“Era uma vez um humilde rapaz chamado Filipe Silva que aprendeu a tocar alguns instrumentos de corda, mais propriamente o cavaquinho, o bandolim e a viola braguesa. Certo dia, ao vasculhar o vasto cancioneiro tradicional português, encontrou alguns temas que achou muito interessantes, os quais começou a trautear ao som dos seus sonantes instrumentos. Achou que a sua voz e os seus cordofones não eram suficientes para transmitir tão bela música e decidiu juntar-se a dois amigos de estrada com os mesmos gostos musicais, enriquecendo assim os arranjos com a linda voz e a pura guitarra folk da Paula Navarro e as infinitas percussões do singular Manu Teixeira …
… e assim nasceu Raiz Lusa.”

Os Bossa & Morna nascem através de um encontro inesperados de três músicos com influências e origens diferentes, Brasil Portugal e África. A conexão foi instintiva e energética. Temas de Cesária Évora, Sara Tavares, Djavan, Jorge Ben Jor, entre outros são as maiores influências dos três músicos. três vozes, três instrumentos e uma festa garantida. Bossa & Morna é Fusão!