Publicidade   
   Publicidade   

O Presidente da CCDRA – Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo, António Ceia da Silva, esteve ontem, dia 1 de Março, no Município de Reguengos de Monsaraz para conhecer os projectos apoiados por fundos comunitários que estão em execução e os que estão planeados pela autarquia. Ceia da Silva foi recebido no Salão Nobre dos Paços do Concelho por José Calixto, Presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, onde esteve reunido com os vereadores Élia Quintas e Jorge Nunes e com técnicos da autarquia.

   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 

Seguiu-se a visita a obras integradas no PEDU – Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano de Reguengos de Monsaraz, que abrange projectos nas áreas da regeneração urbana, da mobilidade urbana e para apoiar as comunidades desfavorecidas, num investimento de cerca de 3,4 milhões de euros apoiado a 85 por cento pelo Portugal 2020. No âmbito deste plano o Presidente da CCDRA esteve a ver as obras na Praça da Liberdade e nas ruas adjacentes no centro da cidade que estão terminadas ou em fase de conclusão.

Ceia da Silva seguiu depois para Monsaraz para conhecer as obras de requalificação das muralhas do castelo, que significam um investimento de 1,36 milhões de euros com financiamento a 75 por cento pelo FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional. Esta obra na última zona de muralhas que necessitava de intervenção está quase concluída e o projecto permitiu também a reabilitação do Caminho da Barbacã e a criação de um percurso pedonal ligando o interior e o exterior do castelo.

A visita do Presidente da CCDRA terminou na Fábrica Alentejana de Lanifícios que produz há quase um século as famosas mantas de Reguengos. Nesta empresa conheceu o seu projecto para aumentar a produção e para a criação de um centro interpretativo das mantas de Reguengos.