InovTechAgro
   Publicidade   
   Publicidade   

Os Centros de Competência, como estruturas em rede que juntam os produtores, indústria, sistema científico e tecnológico nacional e as autarquias, têm-se revelado determinantes para alcançar a necessária competitividade e sustentabilidade socioeconómica do sector agro-florestal nacional.

   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 

A agricultura de precisão, a digitalização e a mecanização agrária congregam no seu seio, um conjunto de tecnologias determinantes para a produtividade das fileiras de produção agro-florestal através do uso das máquinas e com cada vez mais o recurso a plataformas digitais para apoio à decisão do agricultor.

Ciente desta nova realidade e da importância acrescida que esta temática vai ter no âmbito da nova Política Agrícola Comum (PAC) realiza-se esta quarta-feira, dia 16 de Setembro, no INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, em Oeiras, a cerimónia de assinatura do protocolo de constituição do Centro de Competências InovTechAgro – Centro Nacional de Competências para a Inovação Tecnológica do Sector Agro-florestal.

Com a participação de 65 entidades representantes de organizações de agricultores, centros de ensino e investigação, entidades privadas, administração pública e empresarial do Estado.

O InovTechAgro terá competências nas áreas de agricultura de precisão, digitalização e mecanização agrária, em todo o território nacional e constitui um claro sinal da enorme mobilização do sector agro-florestal em torno de uma temática que se revela fundamental para a competitividade do nosso país.

O InovTechAgro visa a promoção de um sector mais inteligente, seguro, moderno e sustentável, reforçando as medidas de protecção ambiental e luta contra as alterações climáticas, tão importantes no seio da Política Agrícola Comum no período pós 2020.

Com a presença confirmada da Senhora Ministra da Agricultura Maria do Céu Antunes e do Senhor Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Manuel Heitor, a sessão, que por limite de presenças físicas só poderá contar com o Grupo de Entidades Gestoras, irá ter transmissão em directo a partir das 14h10 através da página de Facebook da Rede Rural Nacional.

Entidades Gestoras:
ADVID – Associação Desenvolvimento da Viticultura Duriense
ANPOC – Associação Nacional dos Produtores de Oleaginosas, Cereais e Proteaginosas
ANPROMIS – Associação Nacional dos Produtores de Milho e Sorgo
DGADR – Direcção Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural
FENALAC- Federação Nacional das Cooperativas de Produtores de Leite
FENAPECUARIA – Federação Nacional das Cooperativas de Produtores Pecuários
FNOP – Federação Nacional das Organizações de Produtores de Frutas e Hortícolas
GPP – Gabinete de Planeamento e Políticas e Administração Geral
INESC TEC – Institute for Systems and Computer Engineering, Technology and Science
INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária
Instituto Politécnico de Portalegre
Instituto Superior de Agronomia
Universidade de Évora

Entidades Parceiras:
AAM – Associação de Agricultores da Madeira
ACPA – Associação de Criadores de Porco Alentejano
ANCPA – Associação Nacional dos Criadores do Porco Alentejano
ANIPLA – Associação Nacional da Indústria para a Protecção das Plantas
ANSEME – Associação Nacional dos Produtores e Comerciantes de Sementes
AOP – Associação dos Orizicultores de Portugal
APAP – Associação de Produtores Agrícolas de Precisão
APOSOLO – Associação Portuguesa de Mobilização de Conservação do Solo
APPITAD – Associação dos Produtores em Protecção Integrada de Trás-os-Montes e Alto Douro
APROLEP – Associação dos Produtores de Leite de Portugal
ATEVA – Associação Técnica dos Viticultores do Alentejo
AVIPE – Associação de Viticultores do Concelho de Palmela
CELPA – Associação da Industria Papeleira
FAA – Federação Agrícola dos Açores
FAABA – Federação das Associações de Agricultores do Baixo Alentejo
FENAFLORESTA – Federação Nacional das Cooperativas de Produtores Florestais
FENAFRUTAS – Federação Nacional das Cooperativas Agrícolas de Horto-Fruticultores
FENAPICOLA – Federação Nacional de Cooperativas Apícolas e de Produtores de Mel
FENAREG – Federação Nacional de Regantes de Portugal
FENAZEITES – Federação Nacional das Cooperativas Agrícolas de Olivicultores
FERA – Federação Nacional das Associações de Raças Autóctones
FNAP – Federação Nacional dos Apicultores de Portugal
FORESTIS – Associação Florestal de Portugal
FPAS – Federação Portuguesa De Associações De Suinicultores
IACA – Associação Portuguesa dos Industriais de Alimentos Compostos para Animais
OLIVUM – Associação de Olivicultores do Sul
PORBATATA – Associação da Batata de Portugal
UNAC – União da Floresta Mediterrânica
VITICERT – Associação Nacional de Viveiristas Vitícolas Produtores de Material Certificado
Instituto Politécnico de Beja
Instituto Politécnico de Castelo Branco
Instituto Politécnico de Coimbra
Instituto Politécnico de Santarém
Instituto Politécnico de Viana do Castelo
Universidade do Algarve
Universidade de Aveiro
Universidade de Coimbra
Universidade Nova de Lisboa
Universidade do Porto
Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
ACAP – Associação do Comércio Automóvel de Portugal
ACT – Autoridade para as Condições de Trabalho

InovTechAgro, programa