Raia Lusa-Espanhola
   Publicidade   
   Publicidade   

Foi Lançada hoje, sábado, dia 12 de Setembro, no Pavilhão Multiúsos de Santa Eulália a nova “Colectânea Raia Luso Espanhola” numa cerimónia que contou com a presença de Graça Amiguinho, Moisés Cayetano Rosado, do vereador da Câmara Municipal de Elvas (CME) Sérgio Ventura entre outros artistas, participantes e amigos.

   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 

A obra é uma ideia da poetisa alentejana Graça Amiguinho e surgiu na sequência de outras duas colectâneas, denominadas “Elvas à vista” lançada em 12 de Janeiro de 2019 e “Eurocidade” lançada em 12 de Setembro de 2019, destinadas respectivamente a residentes da região de Elvas e a residentes de Elvas , Campo Maior e Badajoz.

Para Graça Amiguinho esta ideia surge como uma forma de “dar continuidade á ideia inicial, e como as coisas quando nascem, nascem para serem continuadas decidiu alargar este mundo a outras pessoas e a outras formas de expressão artística”.

Mais de 50 por cento dos autores desta colectânea são amigos virtuais de longa data que “descobriram que tinham muito em comum e comungavam das mesmas ideias e amor á escrita, ao desenho, à pintura e fotografia e transforma-se numa união entre dois povos que só pode trazer coisas boas”.

Moisés Cayetano Rosado, professor de história, que assinou o prefácio da obra “ considera uma experiência muito interessante, que não é frequente em Espanha, mas sim em Portugal que publica e apoia poetas e autores” e pensa no futuro ser possível “ampliar esta ideia a toda a Península Ibérica.

Moisés Cayetano Rosado participa ainda com poemas em prosa e algumas fotografias, e pensa já numa “próxima edição extensiva a várias cidades da Península Ibérica”.

Maria Teresa Melo é uma das artistas que participa pela primeira vez numa obra como esta e mostra-se “muito satisfeita com o seu pequeno contributo para que a cultura possa descer às populações mais desfavorecidas; participa com “pinturas e poemas sobre direitos humanos, migrantes, o confinamento e toda a situação pandémica que se vive actualmente”.

Na obra participam 63 autores de ambos os lados da Península Ibérica. Na próxima 5ª feira, 17 de Setembro, Será lançada no Passeio de S. Francisco, em Badajoz, numa cerimónia integrada na 39ª Feira do Livro de Badajoz.