Conferência dos Oceanos | Pavilhão do Conhecimento recebe palestras, instalações artísticas e sessões de cinema comentadas por cientistas e cineastas

Conferência dos Oceanos
   Pub   
   Pub   
   Pub   

De 27 de Junho a 1 de Julho, o Pavilhão do Conhecimento é um dos parceiros da iniciativa “Um Oceano Sustentável”, acolhendo uma programação intensa de palestras, sessões de cinema comentadas por cientistas e cineastas, instalações artísticas e acções de sensibilização.

O programa abre na segunda-feira, dia 27, com a comunidade Escola Azul a mostrar na iniciativa “Criar Gerações Boa Onda” os projectos que os diferentes estabelecimentos de ensino têm desenvolvido, assinalando a importância da literacia do oceano para a protecção da vida marinha e sustentabilidade da nossa relação com o mar. “I live by the sea” é o título do workshop que, às 15.30, irá explorar o papel dos investigadores e dos cidadãos no apoio a acções lideradas pela comunidade civil sobre sustentabilidade e poluição marinhas, acção climática e resiliência da comunidade.

Todos os dias da semana, ao final da tarde, o Auditório José Mariano Gago recebe as “Film Sessions – Global Ocean”, com a projecção de documentários sobre o oceano comentadas por investigadores, exploradores e cineastas. À noite tem lugar o International Ocean Film Tour – Volume 8, com apresentação de Oli Russell-Cowan, do Podcast Rad Season Action Sports. Como em todos os eventos deste certame, são esperados filmes incríveis e o sorteio de prémios.

 Pub 
 Pub 
 Pub 

Na terça-feira, dia 28, às 13.15, acontece o Biodiversity for a Resilient Planet: A Deeper Look, em que especialistas partilharão ideias sobre a gestão e a conservação do mar profundo, analisando de que forma a decisão política se poderá basear no conhecimento científico nesta matéria.

Para quarta-feira, dia 29, das 18.00 às 20.00, está agendado o Ocean Literacy Dialogues, um evento paralelo da Conferência do Oceano das Nações Unidas organizado pela EU4Ocean Coalition e a COI-UNESCO, onde participam redes e instituições que promovem a literacia do oceano em todo o mundo, num diálogo alargado a diferentes culturas e sectores da sociedade. Este será o primeiro de uma série de debates em diferentes continentes, um contributo da comunidade de literacia do oceano para alcançar os objectivos da Década das Ciências Oceânicas para do Desenvolvimento Sustentável.
Às 21.00 estreia, também integrado na Conferência dos Oceanos das Nações Unidas, o documentário “Rios Urbanos”, do biólogo marinho brasileiro Ricardo Gomes, que mostra o “oásis de biodiversidade” dos estuários do Tejo e do Sado.

Nos dias 29 e 30 estará em exibição no Átrio do Pavilhão do Conhecimento a “Ocean Art Gallery”, que reúne as obras de arte do programa “Artist-in-Residence”, do Schmidt Ocean Institute, nos EUA, dos activos da Nautilus Magazine e da Frame Store de Londres. A exposição combina formatos de arte clássicos com representações contemporâneas do oceano e da sua biodiversidade, proporcionando uma fusão de cores, sons, luz e realidade virtual.

Na quinta-feira, dia 30, a partir das 14.00, começa o “The Ocean Decade Forum”, uma iniciativa da UNESCO onde será transmitida uma mensagem de ação, parceria e inclusão, esperando-se que os participantes encontrem diferentes formas de fazer parte da Década das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável. Serão apresentadas as Ações Aprovadas da Década e anunciados novos compromissos por diferentes parceiros.

Durante toda a semana, estará patente no espaço exterior do Pavilhão do Conhecimento a instalação “In Your Face”, da artista Swaantje Gunzel: rostos de cidadãos de todo o mundo foram fotografados com uma máscara de microplásticos recolhidos em várias praias, durante cinco meses, pela associação Ocean Lovers. A bina fresquinha do Pavilhão também andará a rolar, levando ao público experiências científicas relacionadas com o oceano tão fresquinhas como um gelado no Verão.

No interior do Pavilhão do Conhecimento estará patente o projecto “Finding Arcadia”, um protótipo desenvolvido por investigadores do Interactive Technologies Institute (ITI-LARSyS), do Instituto Superior Técnico, para melhorar a interacção e a comunicação sobre os dados das alterações climáticas. Este projecto mostra a importância do oceano e dos ecossistemas marinhos para o clima global e captura de CO2, com especial foco nas baleias como parte integrante desse ecossistema. “8º CONTINENTE”, o protótipo de um modelo 3D projectado para a limpeza dos plásticos do oceano, de Lenka Petráková, estará em exibição na área expositiva do Pavilhão do Conhecimento. Este protótipo recebeu o Grande Prémio de Arquitectura e Inovação dos Oceanos da Fundação Jacques Rougerie, em 2020.

Programa completo em www.pavconhecimento.pt