Publicidade   
   Publicidade   

Decorreu, no passado dia 15 de Junho, a Conferência ‘Mobilidade Laboral Transfronteiriça’ promovida pela Eurocidade Elvas-Campo Maior-Badajoz (Eurobec) em formato online.

   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 

Dotada de um painel de oradores especialistas nas áreas do contexto laboral entre fronteiras, bem como do testemunho do Grupo Nabeiro (representado pela Directora de RH, Ana Rita Lopes) que procede a contratações em ambos os lados da fronteira e do professor Luis Fernando de La Macorra Y Cano da Universidade da Extremadura que, enquanto trabalhador transfronteiriço, oportunamente mencionou as vantagens, benefícios e dificuldades sentidas por quem vive em Portugal (Elvas) e trabalha em Espanha (Badajoz), a sessão teve grande receptividade por parte do publico, contando com mais de uma centena de inscritos.

A abertura contou com a participação dos representantes das três Câmaras da Eurocidade, designadamente, Sérgio Ventura Vereador da Câmara Municipal de Elvas, João Muacho assumindo a dupla função de Presidente da Câmara Municipal de Campo Maior e actual Presidente da Eurobec e Francisco Fragoso, Presidente da Câmara Municipal de Badajoz. O programa, que congregou a intervenção de representantes da Rede EURES, designadamente Maria José Comenda e Nacho Sánchez García, Conselheiros EURES do Alentejo e Badajoz, respectivamente, do Centro Distrital de Segurança Social do Alto Alentejo, pela voz de Elsa Fonseca. Carlos Alberto Fernandes Sampaio foi o especialista designado para as temáticas ligadas à Fiscalidade.

O evento ficará disponível nas redes sociais da Eurocidade e será partilhado pelos municípios.

A conferência teve o apoio à organização da ADRAL e foi realizada no âmbito do projecto Eurobec, cujo objectivo consiste em consolidar o processo de criação da Eurocidade Elvas-Badajoz-Campo Maior, co-financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) e pelo Programa Interreg V-A Espanha-Portugal (POCTEP) 2014-2020.

Sobre:
Desde a integração de Espanha e Portugal na UE em 1986, o desaparecimento gradual da fronteira tem permitido fluir as relações entre as pessoas e as instituições de ambos os países, dando azo ao florescimento de projectos que procuram, a nível local, tirar partido das oportunidades que a adesão à UE oferece à cidadania.
A Eurocidade Elvas- Badajoz-Campo Maior-EUROBEC – representa a concretização de um esforço de cooperação sustentado que visa criar espaços de partilha e cooperação perante os os desafios com que se têm deparado os municípios.
Formalmente, esta cooperação está estruturada em torno do acordo para a criação da EUROCITY assinado pelo Presidente da Câmara de Badajoz e pelos Presidentes das Câmaras Municipais de Elvas e Campo Maior, a 3 de Maio de 2018.
Com o projecto EUROBEC, os três municípios pretendem dar os primeiros passos na construção da Eurocidade em três direcções fundamentais: a governança da Eurocidade, uma visão estratégica e sustentável e, por último, acções para a abertura e participação no projecto da Eurocidadania, para que se sintam parte dela.
O primeiro plano de actividades da Eurocidade é co-financiado pela União Europeia com o Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) através do Programa Interreg V-A Espanha-Portugal (POCTEP) 2014-2020.’