Vila Viçosa
   Publicidade   
   Publicidade   

A Câmara de Vila Viçosa, no distrito de Évora, decidiu que os estabelecimentos comerciais do concelho passem a encerrar às 20:00, a partir de sábado, foi hoje divulgado.

   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 

Segundo um edital de hoje, do município, assinado pelo presidente da autarquia, Manuel Condenado, a Câmara Municipal tomou esta decisão “considerando a evolução epidemiológica concelhia e consultada a autoridade local de saúde (sem resposta) e as forças de segurança”.

No concelho de Vila Viçosa existe um surto do vírus da Covid-19 em valências da Santa Casa da Misericórdia local.

Segundo o município, mantém-se os horários actuais de abertura dos estabelecimentos e foi decidido fixar as 20:00 como horário máximo de encerramento.

De acordo com o comunicado municipal, a decisão foi tomada ao abrigo da resolução do Conselho de Ministros de 11 de Setembro que atribuiu ao presidente da Câmara a possibilidade para fixar os horários de funcionamento dos estabelecimentos, mediante parecer favorável da autoridade local de saúde e das forças de segurança.

A Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo indicou que, de acordo com a actualização de dados de hoje de manhã da Autoridade de Saúde Pública, há 69 pessoas infectadas com o vírus que provoca a doença Covid-19 referentes a este surto, mais seis do que na quarta-feira.

Neste total, segundo a ARS do Alentejo, estão incluídos 29 utentes de unidades da Santa Casa da Misericórdia de Vila Viçosa, nove funcionários da instituição e 31 pessoas da comunidade.

A Câmara de Vila Viçosa indicou hoje que existem no concelho 75 casos activos de infecção com o vírus que provoca a Covid-19, segundo dados da Direcção-Geral da Saúde, mais quatro do que na quinta-feira, sem precisar quais são referentes ao surto.

Segundo o provedor da Santa Casa da Misericórdia, Jorge Rosa, a primeira pessoa que testou positivo ao novo coronavírus SARS-CoV-2 foi uma funcionária do Centro de Dia de Bencatel, que, após confirmação, deu origem aos testes realizados no dia 14 deste mês.
A pandemia de Covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 41,3 milhões de casos de infecção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.276 pessoas dos 112.440 casos de infecção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direcção-Geral da Saúde.