Publicidade   
   Publicidade   

A assinatura do contrato de adjudicação da empreitada de construção da Escola Básica 2,3 nº 1 de Elvas, em Santa Luzia, aconteceu na manhã desta sexta-feira, 12 de Abril, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, e contou com a presença do Ministro do Planeamento, Nelson de Souza.

   Publicidade   
   Publicidade   
   Publicidade   

A assinatura do memorando de adjudicação foi protagonizada pelo Presidente da Câmara Municipal de Elvas, Nuno Mocinha, e o responsável da empresa Ramalho Rosa Cobetar – Sociedade de Construções, SA, António Mendes, na presença atenta de Nelson de Souza.

Também presentes estiveram membros da direcção do Agrupamento de Escolas nº 2 de Elvas, entre as quais a directora do Agrupamento, Brígida Gonçalves, que salientou a importância desta obra “há muito sonhada e desejada”.

Para a directora, este é um “momento muito importante, com a concretização de um projecto que há muito desejávamos para dar condições aos alunos e a toda a comunidade escolar”.

O edil salientou também “a importância deste projecto, que em termos de obras é o de maior volume do Município desde sempre, e que ascende a cerca de 6,3 milhões de euros numa primeira fase, e a cerca de 7,7 milhões de euros no seu término”.

Com esta assinatura, “damos o primeiro passo na construção de uma nova escola, que vai responder a uma necessidade por parte deste agrupamento, tendo um prazo de conclusão de dois anos” disse ainda Nuno Mocinha.

A encerrar esta cerimónia, o Ministro do Planeamento, Nélson Souza, referiu a importância deste investimento, “não só para Elvas, mas para o futuro, uma vez que é um projecto na área da educação, para crianças que vão ser o futuro da sociedade”.