Elvas: Artes performativas tomaram de assalto a cidade

@CME
   Pub   
   Pub   
   Pub   

Ao longo deste fim-de-semana, a cidade de Elvas foi “invadida” pela arte contemporânea em vários espaços da cidade como igrejas, espaços públicos, associações desportivas e culturais, no âmbito do evento “Festival A Salto”, que arrancou na sexta-feira, 29 de Julho, na Torre Fernandina, e num evento que reúne trabalhos de dezenas artistas.

A iniciativa, promovida pela Associação Cultural UmColetivo, que termina este domingo 31, pretendia ser, segundo a organização, uma “tomada artística” à cidade de Elvas, tendo como pano de fundo uma série de espaços não convencionais, entre os quais a Casa das Barcas, ou a Torre Fernandina, entre muitos outros.

O objectivo era dar utilização a alguns edifícios, com grande valor patrimonial e revitaliza-los, através de apontamentos de artes perfomativas, videoart, artes plásticas, a exibição de um filme com música ao vivo, exposições de desenho, teatro, workshops de escrita, entre outros.

 Pub 
 Pub 
 Pub 
 Pub 

Assim, os artistas participantes mostram à população os seus projectos artísticos, e, simultaneamente, desafiam os habitantes do concelho a integrar estas actividades, tendo como objectivo “ampliar” a oferta de actividades nesta área artística, e, Elvas, de carácter contemporâneo.

A Associação Cultural UmColetivo pretende descentralizar estas iniciativas, normalmente realizadas apenas nas grandes áreas urbanas, numa cidade que é Património Mundial e englobada no projecto ‘Eurocidade’ com Campo Maior e Badajoz (Espanha).