Elvas | Em dia de equinócio de verão, MAEE destaca relógios de sol da sua colecção

Exemplares de relógios de sol no MAEE
   Pub   
   Pub   
   Pub   

Neste dia em que se comemora o Dia do Relógio de Sol, o Museu de Arqueologia e Etnografia de Elvas (MAEE) António Tomás Pires, destaca três exemplares que possui no seu acervo.

Desde muito cedo que o Homem utiliza o Sol e as estrelas como meio de orientação e de leitura temporal. Construídos no Antigo Egipto, os obeliscos, são os relógios de sol mais antigos do mundo (c. 3500 AC).

O relógio de sol é um dispositivo, não mecânico, cujo “mostrador” se apresenta dividido por linhas, que correspondem às horas, e o gnómon, haste vertical, que funciona como ponteiro, que faz sombra à medida que o Sol se move. O gnómon deve fazer um ângulo, com a horizontal, igual à latitude geográfica da sua posição e ser alinhado com o eixo da rotação da Terra e orientado para norte, para melhor precisão.

 Pub 
 Pub 
 Pub 
 Pub