MACE - Museu de Arte Contemporânea de Elvas
   Publicidade   
   Publicidade   

“A Cidade Incompleta” é o nome da nova exposição do Museu de Arte Contemporânea de Elvas que abre ao público no dia 26 de Junho, sábado.

   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 

A exposição é da artista Fernanda Fragateiro, com curadoria de Delfim Sardo. Reúne obras da última década que, sob diversas formas, reflectem sobre a relação entre espaço arquitectónico, a sua vivência e a história.

De acordo com o curador Delfim Sardo, a obra de Fernanda Fragateiro parte sempre de um atrito entre a incerteza e fragilidade dos processos históricos, os fracassos da modernidade confrontados com a força da utopia e o rigor formal das suas esculturas. A presente exposição de Fernanda Fragateiro foi especificamente concebida para o espaço do MACE, procurando que cada sala estivesse embebida de um determinado ambiente em torno de um elemento estruturante da nossa relação com o espaço. Ao longo da exposição vai surgindo um conjunto de objectos (genericamente intitulados “materials lab”), como que um léxico de referências da artista, que ajudam a compreender a sua ligação aos lugares, às lutas políticas, aos processos de transformação social e às poéticas que estes propõem. As cidades, como escreveu Herberto Helder, são incompletas. Necessariamente incompletas, porque lhes falta sempre o lugar onde encontrámos alguém, onde vivemos uma certa experiência, onde vimos quem nunca mais veremos. E por isso, esta exposição se chama A Cidade Incompleta.

A exposição pode ser visitada no horário de funcionamento do Museu, terças-feiras, das 15h00 às 18h00, de quarta a domingo das 10h00 às 13h00 e das 15h00 às 18h00.