Elvas | Nuno Franco Pires apresentou nova obra literária

Nuno-Pires-apresenta-Sombras-da-Raia
   Pub   
   Pub   

Escrever um livro é tanto uma vocação como também uma paixão, especialmente quando se tem uma história que o autor gostaria de compartilhar com o mundo. E se essa história tem origem numa vivência pessoal do autor o resultado será certamente melhor.

É possivelmente o caso do próximo livro do autor elvense Nuno Franco Pires que ao longo dos últimos anos e depois de dois livros já editados, tem conquistado leitores e grande popularidade na arte de passar para o papel, através das palavras, uma história.

Porque afinal ele é um contador de histórias

Define-se como um orgulhoso alentejano, que gosta de escrever, e que começou por contar pequenas vivências com amigos da sua infância.

 Pub 
 Pub 

Oito anos depois de lançar a sua primeira obra (Searas ao Vento-2014) Nuno Franco Pires apresentou ao público, no passado sábado, dia 24 de Setembro, a obra “Sombras da Raia”, num cenário diferente do habitual, mas adequado para este evento, a “Fábrica Museu da Ameixa d`Elvas” sita na rua Martins Mendes nº 14 em Elvas.

Foram muitas as pessoas que se deslocaram ao museu da Ameixa em Elvas, familiares, amigos e sobretudo leitores atentos e entusiasmados por descobrir uma nova história nas mais de 323 páginas desta nova obra.

Convidados especiais a vereadora da cultura da Câmara Municipal de Elvas, Paula Calado, em representação da Autarquia Elvense, a escritora Luísa Currito e João Fernando Vinagre.

Todos foram unânimes em tecer várias considerações, não só sobre o autor, como também sobre a obra que segue praticamente a mesma linha editorial das anteriores.

Para o autor, esta obra não é mais que “um somatório de várias histórias, tendo uma delas origem precisamente na fábrica da ameixa em Elvas”, que apresentava na altura, dificuldades em se manter ativa.

Mais tarde a fábrica quase centenária da ameixa, foi adquirida por novos proprietários que conseguiram recuperar a ideia, revitaliza-la e mantê-la viva.

Estava dado o primeiro passo para a manter, e assegurar que a mesma tinha um futuro promissor.

Segundo o autor, tudo partiu de uma conversa de amigos em 2016 para realização de “um trabalho conjunto sobre um dos produtos endógenos de Elvas, que teria de ser perpetuado; a Ameixa de Elvas”.

Assim nasceram as “Sombras da Raia”, obra que recupera também antigas histórias do passado, vivenciadas durante a guerra civil espanhola.

Uma história, de muitas histórias que se cruzam ao longo das 323 páginas, com personagens que se vão inter-relacionando num cenário da guerra civil espanhola.

Uma história bem contada que merece uma leitura atenta e cuidada por parte de quem siga, com interesse, as histórias que o Nuno Franco Pires tem e terá sempre para contar.

Porque afinal ele é um contador de histórias.