Técnicos-estudam-e-investigam-peças-do-futuro-Museu
   Publicidade   
   Publicidade   

A instalação do novo Museu de Arqueologia e Etnografia António Tomás Pires, no edifício da antiga Manutenção Militar de Elvas, prossegue com a realização de um conjunto de tarefas fundamentais para o estudo das peças que irão integrar a exposição permanente.

   Pub 
   Pub 
   Pub 

Neste âmbito, a equipa de técnicos afecta a este projecto, encontra-se a investigar a proveniência e o modo de aquisição das peças através da análise de documentação em arquivo, mediante consulta de inventários antigos, jornais, atas camarárias, cadernos de campo de arqueologia, fotografias, correspondência.

Para além disso, tem vindo a analisar tipologias, medir, pesar e fotografar as peças, um trabalho que irá permitir aos visitantes ter conhecimento do contexto do uso dos objectos e das pessoas a eles associadas.

Estas tarefas permitem assim cumprir a missão deste novo Museu: investigar, documentar, conservar, preservar e promover os espólios que lhe estão confiados no sentido de os valorizar, contribuindo para o conhecimento e o enriquecimento do património cultural material e imaterial, de cariz arqueológico e etnográfico do território do actual concelho de Elvas.