Exposição “Caminhos Cruzados” inaugurada no MACE

“Caminhos Cruzados”, de José Pedro Croft
   Pub   
   Pub   
   Pub   

A exposição “Caminhos Cruzados”, de José Pedro Croft, foi inaugurada este sábado 5 de Fevereiro no Museu de Arte Contemporânea de Elvas (MACE). São seis dezenas de trabalhos – entre esculturas, gravuras e desenhos -, representativas da obra do conceituado artista plástico português nos últimos 25 anos.

Na abertura da mostra o presidente da Câmara, Rondão Almeida, deixou uma referência ao coleccionador António Cachola, proprietário do acervo do MACE, que por motivos de saúde não pôde marcar presença no acto. Outra menção foi para a falecida vereadora Elsa Grilo, interveniente activa no processo de conversão do antigo Hospital da Misericórdia em espaço museológico.

A exposição “Caminhos Cruzados”, patente até 12 de Junho, integra o programa de comemorações do 15º aniversário do Museu de Arte Contemporânea de Elvas. Coincide até 1 de Maio com a mostra “Jerónimo”, do artista plástico elvense Rui Serra, no antigo paiol de Nossa Senhora da Conceição.

 Pub 
 Pub 
 Pub 
 Pub 

O Edil anunciou que o Município vai promover ao longo deste ano um “ambicioso e variado” programa de comemorações do 10º aniversário da classificação de Elvas pela UNESCO como Património Mundial, no qual se inclui esta celebração da década e meia do MACE.

“Caminhos Cruzados”, de José Pedro CroftA inauguração contou com as presenças, entre outras individualidades, de Paulo Macedo, presidente da Comissão Executiva da Caixa Geral de Depósitos; Jorge Magalhães Correia, presidente da Fidelidade; Rita Faden, da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento; e Catalina Pulido, directora do MEIAC, de Badajoz.

O momento foi, ainda, aproveitado para a apresentação dos jovens elvenses Joana Sequeira, Tiago Candeias e Catarina Carvão como primeiros embaixadores do Museu de Arte Contemporânea.