EXTREMADURA OPEN FUTURE convida Start-Ups Portuguesas a participarem no seu programa de aceleração

* Entre as vantagens mais importantes estão o acompanhamento personalizado com especialistas e empresários de diferentes áreas e a incorporação num ecossistema de inovação global.

Ruta hacia al futuro
   Publicidade   
   Publicidade   

Extremadura Open Future lança a sua 6ª convocatória para a aceleração de projectos empresariais. O programa, promovido pela Junta da Extremadura e pela Telefónica, visa impulsionar a inovação tecnológica na Extremadura e em Portugal, para gerar e comercializar novos produtos e serviços, capazes de amadurecer como projectos empresariais sustentáveis e escaláveis.
Além disso, a iniciativa oferece às start-ups visibilidade nos meios de comunicação e acesso a eventos que facilitam o networking, bem como acesso a instrumentos de financiamento público, ligações com financiamento de capital privado, além de ferramentas exclusivas e um espaço próprio, tornando-a uma experiência única para os empreendedores.

Com a incorporação de novas start-ups nesta convocatória, terão sido acelerados um total de 30 projectos no Hub de La Atalaya (Badajoz), onde é promovida a maturidade dos projectos através de uma metodologia específica de aceleração apoiada por uma equipa de mentores formada por gestores e empreendedores do sector tecnológico.

Os interessados podem submeter as suas candidaturas através do site até 26 de Outubro.

 Pub 
 Pub 

Vantagens Open Future

Extremadura Open Future é uma experiência transformadora para todas as start-ups participantes, a iniciativa oferece uma série de vantagens únicas devido à sua adesão à rede Telefónica Open Future.

Por um lado, a Telefónica e a sua extensa rede de parceiros oferecem às start-ups a plataforma Open Future Perks, soluções tecnológicas com descontos e créditos com o objectivo de ajudar os empreendedores a crescer.

Por outro lado, graças à rede de centros Open Future, os participantes podem contactar outros empreendedores, empresas ou organizações públicas e privadas e ter acesso ao Hub de Extremadura Open Future, La Atalaya, um espaço que não só favorece o trabalho em rede entre empreendedores, como também inclui os meios e infra-estruturas para desenvolver o processo de aceleração.

Os principais valores diferenciadores de Extremadura Open Future são a sua rede de mentores especializados e a sua metodologia de aceleração própria. Estes dois elementos combinados ajudarão as start-ups a criar um plano de trabalho personalizado para impulsionar seus negócios.

Outra das principais vantagens que terão é a multiplicação de mercados disponíveis. Ao acelerar na Extremadura, as start-ups terão um acesso mais fácil ao mercado espanhol. Além disso, a ligação entre Espanha e a América Latina está latente hoje, tornando a expansão para o novo continente mais fácil.

Finalmente, as vantagens oferecidas pela iniciativa têm custo zero para os seus participantes. Por outro lado, a Extremadura Open Future não assume qualquer participação no capital das empresas, pelo que o projecto, bem como as possíveis patentes ou receitas que possam ser criadas, continuam sempre a ser propriedade dos seus promotores.

Requisitos de participação

Podem candidatar-se tanto as empresas inovadoras de base tecnológica cuja actividade se enquadra em áreas como Internet das Coisas (IoT), turismo inteligente, conteúdos digitais, Smart retail, indústria 4.0, tecnologias, produtos e serviços no campo das cidades inteligentes, blockchain e gaming, entre outros.

Uma vez recebidas as candidaturas, e após o processo de pré-seleção, as start-ups serão apresentadas ao Comité de Selecção na semana de 3 de Novembro. No dia 8 de Novembro, serão anunciados os projectos que irão aderir ao programa de aceleração a partir de 9 de Novembro.

A metodologia Extremadura Open Future é desenvolvida num programa com uma duração máxima de 12 meses, estruturado em três fases:

  • Uma fase prévia de pré-aceleração de quatro meses para projectos com potencial de negócios que, sem ter completado o seu produto mínimo viável, ainda precisam de validar hipóteses, desenvolver o modelo de negócios, completar o produto ou incorporar alguns dos perfis-chave da equipa.
  • Segue-se a primeira fase da aceleração, que também durará quatro meses, período em que o foco é o lançamento comercial do produto e a busca do “market-fit”. Esta fase do programa está concebida para projectos que já tenham um primeiro produto mínimo viável e que centrarão os seus esforços na comercialização, definindo uma estratégia de preços, chegar aos primeiros clientes ou realizar projectos-piloto comerciais e financiamento na fase de semente.
  • Finalmente, na segunda fase, estão previstos quatro meses de aceleração e escalonamento, nos quais o foco será atingir três objectivos: crescimento das vendas, consolidação da estrutura da empresa para a nova fase de crescimento e acesso a financiamento, se necessário.

Os interessados em aderir ao Extremadura Open Future podem enviar o formulário de inscrição até 26 de Outubro, e aceder ao mesmo através deste link.