Início Património Civil Fonte de São Lourenço

Fonte de São Lourenço

COMPARTILHE
Elvas, Fonte de S Lourenço
   Publicidade   
   Publicidade   

Fonte mandada construir na segunda metade do séc XVIII pelo desembargador Bernardo Xavier de Barbosa Sachetti ao engenheiro militar francês Valleré que na altura trabalhava nas obras do Forte de Nª Sra da Graça, no local onde já existia uma outra Fonte de São Lourenço, esta seiscentista (1626) e que foi deslocada para a Quinta de Sto António nos arredores da cidade.

O seu projecto de construção era grandioso e caro tal como queria Sachetti, e Valleré influenciado pela arte neoclássica francesa ali começa a construir uma fonte sobre a qual se deveriam colocar estátuas de figuras femininas da mitologia greco-romana, cujo valor ascenderia a 2.000$000 reis. Mas tal facto não veio a acontecer.

O projecto suscitou polémica e um grave desentendimento entre Valleré e Sachetti levou a que a fonte nunca fosse terminada. As estátuas que serviriam a fonte quedaram-se na referida Quinta de Sto António. Finalmente, já em 2005, a Câmara Municipal de Elvas comprou as referidas estátuas e terminou a construção da fonte.

A fonte é constituída por três bicas que fazem a água correr para um tanque rectangular, tudo encimado por quatro colunas que no seu cimo têm as referidas estátuas.


 

   Publicidade