Início Opinião Graça Amiguinho O Forte da Graça

O Forte da Graça

COMPARTILHE

No cimo da colina, fora de muralhas, surge, perante os nossos olhos, imponente e altaneira, a construção que nos era impossível visitar noutros tempos!

“Canto a minha terra, a minha gente ! Este povo que amo , a terra arada, o sol ardente!”, Graça Foles Amiguinho
“Canto a minha terra, a minha gente ! Este povo que amo , a terra arada, o sol ardente!”, Graça Foles Amiguinho

Além do seu aspeto misterioso, quantas vezes me ocorria  que  alguém estaria sofrendo nas suas profundezas!

Nunca esquecerei as filas de soldados minúsculos, dada a distância a que os via, carregando barricas, cheias de água, que eram obrigados, talvez como represália, a vir buscar à base da colina…

Porém, o que mais me impressionava era a hora a que o faziam !Nas tardes quentes de verão, quando o sol é mais abrasador ou nas manhãs de  frio inverno, quando o gelo nos enregelava as mãos!

Imaginava o sofrimento daqueles homens que, por razões que me eram estranhas, eram obrigados a trabalhos tão forçados!

Alegro-me  ao saber que o Forte da Graça terá um novo destino, mais brilhante  e convidativo!

Desejo que, tão bela estrutura arquitetónica , rara no mundo, se torne uma atração turística, valorizando a nossa região, criando postos de trabalho e sendo uma fonte de riqueza para o nosso concelho!

A todos os autarcas empenhados na sua reabilitação o nosso obrigado!

[spacer color=”E07070″ icon=”fa-cog” style=”2″]