GNR-Operação-“MOTO”-2020
   Publicidade   
   Publicidade   

A Guarda Nacional Republicana, no período de 7 a 13 de Julho, realizou uma operação de âmbito nacional, promovendo acções de sensibilização e de fiscalização rodoviária, no sentido de prevenir comportamentos de risco durante a condução de motociclos e ciclomotores nas vias com maior intensidade de tráfego.

   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 

O objectivo da operação foi inverter a tendência de aumento da sinistralidade que tem vindo a verificar-se com os motociclos, e de contribuir para um ambiente rodoviário mais seguro. Durante este período, foram empenhados militares dos Comandos Territoriais e da Unidade Nacional de Trânsito (UNT), que fiscalizaram 6 712 veículos de duas rodas, tendo registado o seguinte:

  • 58 crimes, destacando-se:
    • 41 por falta de habilitação legal;
    • 14 por excesso de álcool no sangue.
  • 695 contra-ordenações, destacando-se:
    • 122 relacionadas com iluminação e sinalização;
    • 42 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório;
    • 41 por excesso de velocidade;
    • 36 por excesso de álcool no sangue;
    • 31 por falta ao mau uso de capacete;
    • 16 relacionadas com pneus.

Durante o dia 12 de Julho, a GNR organizou ainda, em todo o território nacional, passeios de sensibilização para os motociclistas, empenhando 68 militares e sensibilizado 346 condutores.