Publicidade   
   Publicidade   

Militares da Guarda Nacional Republicana (GNR) detectaram ontem, dia 25 de Fevereiro, no concelho do Crato, uma propriedade que possuía ilicitamente espécies cinegéticas em cativeiro.

   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 

No decorrer de uma acção de fiscalização para a prevenção e detecção de situações ilícitas, os militares da Guarda apuraram que a propriedade detinha em cativeiro dois veados, Cervus elaphus, um macho e uma fêmea, três gamos, Dama dama, um macho e duas fêmeas, e três muflões, Ovis orientalis, um macho e duas fêmeas.

Foi elaborado um auto de contra-ordenação por detenção de espécies cinegéticas em cativeiro sem a devida licença, que foi remetido ao Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).