Publicidade   
   Publicidade   

A resolução do Conselhos de Ministros sobre a transferência do comando e gestão centralizados dos meios aéreos de combate a incêndios rurais para a Força Aérea foi hoje publicado em Diário da República entra em vigor na quarta-feira.

   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 

A Força Aérea fica agora incumbida de iniciar no imediato todo o processo de operação, manutenção e gestão dos meios aéreos do Estado de combate a incêndios florestais, incluindo os helicópteros Kamov que estão parados.

A decisão do Governo determina que a Força Aérea “inicia no imediato os procedimentos para a operação, manutenção, a gestão e, quando necessário, a reposição da aeronavegabilidade das aeronaves do Estado”, nomeadamente os helicópteros ligeiros, os Kamov e as “frotas de aeronaves, tripuladas ou não tripuladas, que futuramente venham a ser adquiridas”.