Publicidade   
   Publicidade   

Neste cantinho à beira mar plantado, povoado por gente de brandos costumes, surgem, com frequência, notícias de assassinatos provocados por motivações passionais…

   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 

É difícil entender a raiva incontida e destruidora encerrada em vidas aparentemente pacíficas…

E, vezes sucessivas, são as mulheres as grandes vítimas!

Como estancar tais situações? Como ajudar quem sofre anos a fio, sob um teto de onde o amor fugiu e,  quando decide mudar o rumo ao destino que a vida lhe queria traçar, é atraiçoada, injuriada e assassinada?

Algo falha na nossa convivência com os outros, no respeito pelas suas decisões.. Existe um espírito de domínio e tentativa de escravização dos sentimentos da pessoa que, de amada passa a odiada no mais alto grau…

Insegurança, incerteza e demência camuflada serão alguns dos fatores que predominam na mente de um assassino…

Como poderá o SNS lançar correntes e apoiar doentes mentais que se tornam perigosos para a sociedade?

Todos sentimos profunda tristeza por nada podermos fazer para ajudar quem tanto precisa ser ajudado!