©Elvasnews
   Publicidade   
   Publicidade   

Em ambiente renovado e acolhedor, o Mercato, situado no número quatro da Rua da Feira, abriu portas esta quinta-feira, 10 de Março, sendo a nova aposta num espaço de convívio, taberna e lounge, para amigos e familiares e bem no coração do Centro Histórico elvense.

   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 

Pela mão do empresário elvense Fernando Moro, surge esta “taberna em estilo moderno com toque antigo” algo de novo que se conjuga depois com as “tapas, petiscos, cervejas internacionais e vinho” transmitindo-lhe um toque moderno onde todos se sintam bem.

Na inauguração e por entre os convidados encontrámos Nuno Mocinha, o Presidente da edilidade elvense que nos confidenciou que este acto “vem contrariar a ideia de que o Centro Histórico está morto” e reforçou a ideia de que “pelo contrário tem visto o Centro Histórico a ser renovado” e sobretudo por “pessoas jovens que apostam no Centro Histórico e que o tentam renovar e dar-lhe vida” e espera que “todas estas iniciativas tenham sucesso”.

O edil salientou ainda o facto de se notar que “estão a abrir, cada vez com mais qualidade os equipamentos em Elvas” factor bem necessário para uma cidade que se pretende rejuvenescida e lembra que este não é um processo para dois dias, “é um caminho que se está a percorrer e há que ter alguma paciência”.

©Elvasnews
Fernando Moro e a sua equipa
©Elvasnews

O Mercato fica a dever a sua pujança estética a Ruy Pedro d’Andrade, outro jovem empresário elvense que nos falou um pouco do que foi necessário revitalizar este “espaço emblemático da cidade de Elvas”: “era um espaço completamente desactualizado e precisava de um ar de frescura”, coisa que hoje ali se vislumbra. Retirar “a etiqueta de Green Pub” foi a tarefa prioritária e depois a cor, daí surgindo “a fachada alentejana pintada a cores brancos com ocres” e depois no interior “muito claro” e para não desvirtuar a casa ficou “o balcão que foi recuperado ao pormenor para que quem entre se recorde do antigo Green Pub.

Agora já sabe, de terça a domingo entre as 10h00 e as 24h00 tem o Mercato à sua espera e nos serões de quinta, sexta e sábado pode deixar-se ficar entre amigos, tapas e uma boa doze de conversa, porque o novo espaço só encerra quando baterem as duas da manhã.