Publicidade   
   Publicidade   

Já cantou o passarinho

   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 

lá no alto da choupana!

Pois nasceu o Deus Menino,

Menino que a todos ama!

“Canto a minha terra, a minha gente ! Este povo que amo , a terra arada, o sol ardente!”, Graça Foles Amiguinho
“Canto a minha terra, a minha gente! Este povo que amo, a terra arada, o sol ardente!”, Graça Foles Amiguinho

Os pastores acordaram

com grande Luz que brilhou!

Os  seus queijinhos levaram

e o Menino acordou!

A rolinha lhe ofereceu

um raminho de oliveira!

Com sorriso agradeceu,

da Paz fez sua «bandeira»!

Menino que estás deitado

nessas palhinhas douradas…

Vem deitar-te a meu lado,

Te dou minhas almofadas!

Não chores por mim, Menino,

não Te quero arreliar!

És tão lindo e pequenino!

Eu só Te quero beijar!

[spacer color=”E07070″ icon=”fa-cog” style=”2″]