Eça de Queirós

Falando de … O Mandarim, de Eça de Queirós

Resignados na nossa condição de gente esperançosa aguardando melhores dias, até que tudo seja debelado, somos convidados para a leitura. Livros há muitos e muitos são os que estão...
Cravos vermelhos

Poesia e Liberdade

A poesia será sempre, A filha desta minha alma doente, Que ao mundo fala tosquiada, Enfermidade polémica, descontentada. A poesia será sempre, O calor da vida real, Filha duma alma doente, Exercitada no meu temporal. ? O...
Festival Medieval de Elvas

A cidade medieval “Yalbas ou Yech” – ELVAS

Longa e muito antiga é a história da nossa linda cidade de Elvas. Quanto mais a amamos, mais a desejamos conhecer e, para que o nosso desejo seja possível, vamos...
Benzedeira

Workshop avant la lettre

O título desta crónica vai num linguajar franco-britânico, mas o tema é bem nacional e tradicional. Vejamos: Estamos na era dos workshops. Estão tão arreigados a este momento, que nem...

Dar as mãos!

Vamos, com coragem, dar as mãos! Esqueçamos o que nos divide! Só assim podemos ajudar nossos irmãos E tornar Portugal livre! É hora de mais união! Vamos pôr de lado ressentimentos! Quantos precisam de...

Badajoz à vista

Diz o povo e com razão: “faz mais quem quer do que quem pode”. Badajoz, a cidade vizinha, irmã, apresenta um património militar vítima da ação humana e que, infelizmente,...
Um Alentejo tranquilo

Um Alentejo tranquilo

Neste tempo impensável, quando o homem julgava ser conhecedor de quase todos os mistérios da natureza, eis que um vírus, uma pequeníssima partícula, apenas detectada por microscópios sofisticadíssimos, vem...

Inverno

Vem fustigar-me a pele como faz o vento que sopra lá fora, Acordar-me os sentidos deste inverno que não parece ter fim, Preciso de um beijo carregado de promessas indecentes, Do toque...

Todos somos património

Com o turismo alentejano a viver dias de glória, deseja-se que o património de aldeias, vilas e cidades se apresente no seu melhor, pintado, cuidado, digno de tão ilustres...

Elvas: As Festas em honra da Padroeira de Santa Eulália – Elvas

Sob um sol escaldante e uma suave brisa bailando nas poucas sombras que existem, uma multidão silenciosa, recolhida em oração, alma cheia de uma Fé inquebrável, segue o percurso...