“Não morremos da doença, morremos da cura”

Há ditados populares que, demos as voltas que dermos, voltam à baila, em qualquer altura. Este tempo de incerteza, dúvida e solidão, é propício à penetração de preconceitos e medos,...
A importância da Escola na vida das crianças e jovens

A importância da Escola na vida das crianças e jovens

Em virtude da situação que temos vivido, criada pela pandemia, certamente, pais e alunos sentiram na pele, quanta falta a Escola lhes tem feito e como todos têm desejado...
Festival da Canção 2021 - The Black Mamba

Não somos uma ilha

Pegando na expressão usada pelo senhor Presidente da República, no seu ato de posse, um discurso de grande conteúdo social, político e moral, que desejo ver tornar-se realidade para...
Cultura sem fronteiras

Um ano a braços com a pandemia

Há um ano que surgiram os primeiros casos de Covid-19 em Portugal, segundo se crê, vindos de Itália. Longe do nosso pensamento, alguma vez podermos imaginar, o que esse vírus...

Cuide a sua saúde mental, após o Covid 19

Para quem, como eu, tem tido força e saúde mental, para ultrapassar todas as vicissitudes da vida, encarando os acontecimentos com a maior serenidade e não se vitimizando, talvez...

Testar, testar! Vacinar, Vacinar!

Para grandes males, grandes remédios! É urgente encontrar soluções que minimizem os danos causados, em todas as vertentes, possíveis e imaginárias, por esta pandemia, que têm devastado vidas e arruinado...

A grande batalha da educação à distância

O mundo enfrenta os maiores desafios dos últimos tempos. Desafios que não têm somente que abrir caminhos para encontrar as melhores soluções para salvar vidas e empregos, como também, para...

Alentejo hoje, e a pandemia de 1918/19

Há meses, atrás, parecia-nos que o Alentejo, por milagre, não seria fustigado pela pandemia, que já tinha devastado tantas vidas, em muitas regiões de Portugal e do mundo. Mas, tudo,...
Alentejo

Choro por ti, Alentejo!

Sempre conheci, a terra onde nasci, como um verdadeiro baluarte da Democracia, durante estes 46 anos, em que a consciência foi despertada do longo sono inquieto de uma Ditadura...

Caminhamos para o abismo?

Por norma, não sou pessimista. Acredito que a vontade move montanhas! Porém, neste momento, tudo me diz que as vontades estão enfraquecidas, que as mentes estão entorpecidas com tantas notícias, umas...