Pobreza infantil em Portugal…

Olho com ternura teu rosto entristecido, teu sorriso infantil, tão esbatido, tua doce candura manchada por vida assaz dura... Vida que não é apenas tua, Vida de um povo abandonado à...

Os Professores Portugueses…

Serão eles uma casta à parte para serem constantemente maltratados e inferiorizados? Não são eles o garante da cultura do nosso País? Qual a verdadeira razão para que o seu meritoso...

Alentejo, Alentejo…

Ó Elvas , minha cidade, princesa do Alentejo ! De ti eu tenho saudade, porque há muito te não vejo ! Nas tuas ruas estreitas caminhei em tenra idade... Nas muralhas tu espreitas teus olivais com...

O Príncipe Feliz, parte I

-Porque choras, tanto assim? Tu, que já não és humano? Olha bem para mim, Repara como te chamo! -Queres saber quem eu sou? -Chamam-me Príncipe Feliz! -Hoje , em mim, tudo mudou.... Porque, na terra ,...

Desistir???? Nunca!

Não iremos desistir Do sonho florido de Abril! Vamos até onde devemos ir Levando nos braços, cravos mil! Cravos de amor e esperança! Meu Portugal entristecido... Com eles façamos a mudança Deste povo desiludido! Temos o poder...

Lamento

Tantas mágoas guardadas Num cantinho do meu coração! Quando lembradas, Queimam mais que a lava de um vulcão! Não gosto de provocar O que em mim está adormecido.... Mas se a verdade se vem mostrar, Nada,...

Queremos

O País, calmamente, espera Um compromisso, uma solução! A vontade de um povo será quimera Ou a verdadeira razão? Razão para avançar e progredir! Razão de um querer Impossível de desmentir Que nada nem ninguém pode...

Ao meu Alentejo!

És minha terra sagrada, Guardada dentro de mim! Pelo sol foste doirada, Planície que não tem fim Ai, Alentejo, Alentejo! Só em ti eu me revejo! Terra de azeite e de pão, Ao pobre matas a...

É Outono

O sol pintou as videiras Com as mais belas cores! Uvas enchem as parreiras ! São tão doces seus sabores! Folhas caem desmaiadas No chão delas sedento! São por ele abraçadas Como sumo suculento! Nas coutadas ,...

Onde mora a verdade???

Tantos rodeios, tantas palavras... E o povo geme de ansiedade! Tu, que o campo , com suor, lavras Sabes onde mora a verdade???? Nesse leito , rude , onde sofres Já nada sabes nem...