Polícia-sempre-presente---DR
DR
   Publicidade   
   Publicidade   

No passado dia 16 de Dezembro deu-se início à operação “Polícia Sempre Presente: Festas Seguras 2019-2020”, com o objectivo de incrementar o sentimento de segurança dos cidadãos assegurando elevadas capacidades de prontidão, prevenção e operacionalidade, que envolveram 13 855 Polícias.

   Pub 
   Pub 
   Pub 

Entre outras, foram reforçadas as acções de fiscalização no âmbito da segurança rodoviária, segurança na posse e emprego de artigos pirotécnicos e exercício das actividades de segurança privada.

A Polícia de Segurança Pública (PSP) apresenta o resultado final desta intervenção a nível nacional:

  • Detenções: 605 cidadãos detidos (das quais, 193 por condução com taxa de alcoolemia igual ou superior a 1,2 gr/l; 92 por condução sem habilitação legal; 42 por tráfico de estupefacientes e 7 por posse ilegal de arma)
  • Droga apreendida: 58 756 doses
  • Armas apreendidas: 30, das quais 10 de fogo
  • Explosivos apreendidos: 188 kg de explosivos, maioritariamente por transporte e ou acondicionamento indevido.
  • Viaturas fiscalizadas: 44 044, tendo sido levantados 9 806 autos por contra-ordenação.

Desse total, destacam-se 151 autos por condução sob o efeito do álcool (dos 10 119 condutores testados); 1880 por condução em excesso de velocidade (das 93 981 controladas); 487 por falta de inspecção;  142 por falta de seguro; 113 por não utilização de cinto de segurança ou sistema de retenção e 192 por condução simultânea com uso de telemóvel.

  • Sinistralidade rodoviária: 2 348 acidentes registados, de que resultaram 6 mortos e 694 feridos, dos quais 22 em estado grave (no território continental, registaram-se 2190 acidentes, 4 mortos e 586 feridos, com 14 em estado grave)

A PSP regista assim uma média diária de 157 acidentes e 46 feridos e 1 cidadão morto em acidente rodoviário a cada 3 dias.

Numa comparação sumária com os resultados da operação realizada no ano anterior, há a registar:

Menos 715 acidentes (3063 acidentes em 2018);
Mais 4 cidadãos mortos (2 no ano anterior);
Menos 15 feridos graves (37 no ano anterior) e menos 248 feridos ligeiros.

A Polícia de Segurança Pública manterá, como parte integrante da sua cultura e da sua postura quotidiana, uma atenta vigilância e uma proximidade com os cidadãos, potenciando o reforço do sentimento de segurança e do comportamento responsável por parte de todos os que utilizam a rede viária urbana, sejam condutores, passageiros ou peões.

O reforço das acções no âmbito da segurança rodoviária manter-se-á até final do próximo dia 5 de Janeiro, domingo, acompanhando o movimento de regresso de festividades.