©António Serra
   Publicidade   
   Publicidade   

De autoria de Nicolau de Langres a sua construção data de 1650. Mais tarde, em 1835, na sua visita a Portugal George Borrow considerou a cisterna de Elvas a maior do mundo.

   Pub 
   Pub 
   Pub 

Como eu gostaria de assistir a um concerto de música de câmara neste local !!! Elvas, até no subsolo tem riquezas…

A cisterna consiste num edifício abobadado com um reservatório com a capacidade de 2.320 m3 para o qual se desce através de uma escada de 26 degraus.

Em baixo existem três vácuos com 58 metros de comprimento, 5 de largura e 8 de altura. No exterior contem uma fonte com um tanque e 4 bicas encimadas por mármore.