©António Serra
   Publicidade   
   Publicidade   

Hoje António Serra transporta-nos à Jóia da Coroa elvense, o Forte da Graça ou de Lippe. Obra ímpar da arquitectura mundial que é o orgulho de todos os elvenses e portugueses.

   Publicidade   
   Publicidade