PR defende que é necessário renovar o estado de emergência
   Publicidade   
   Publicidade   

“Envierei esta tarde para a AR o diploma para ser votado amanhã na sequência do qual o Governo procederá à aprovação do decreto de execução para entrar em vigor porventura ainda este fim-de-semana”, disse Marcelo.

   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 

O Presidente da República diz que o decreto da renovação do estado de emergência visa “permitir ao Governo, com flexibilidade e plasticidade, ajustar as medidas às situações diferentes vividas no território nacional”.
E alerta que “não há medidas eficazes se os portugueses não acreditarem nelas”.

“O agravamento da pandemia é acompanhado de aumento de tom crítico”, acrescentou.

Para Marcelo Rebelo de Sousa, “os portugueses têm sido exemplares na adopção das medidas”.

O chefe de Estado falava aos jornalistas no Infarmed, em Lisboa, no final de uma reunião sobre situação epidemiológica da Covid-19 em Portugal, em que participaram especialistas e políticos.