Início Opinião Graça Amiguinho Príncipe Feliz III parte (para crianças do 4º ano de escolaridade)

Príncipe Feliz III parte (para crianças do 4º ano de escolaridade)

COMPARTILHE
   Publicidade   
   Publicidade   

[row][double_paragraph]

-Obrigado, boa amiga,
Pela tua generosidade !
Temos muito para fazer
Nesta pobre cidade!

-Hoje vais retirar
Esta bela safira
Que vês no meu olho brilhar…
Eu te digo a quem a vais dar !

-Como posso fazer tal
A quem é tão bondoso?!
Vais ficar cego, afinal,
Meu Príncipe tão carinhoso!

-Isso é-me indiferente!
Eu só quero ajudar!
Ajudar a pobre gente
Que vejo, triste, a chorar!

-Sabes, linda andorinha…
Além , numas águas -furtadas
Há um jovem escritor
Que estás com as mãos geladas!

Ele quer acabar a obra
Para um teatro começar…
Mas o tempo não lhe sobra…
Está sem comer e sem descansar!

-Como posso resistir
Ao teu pedido, meu amigo?
A voar eu posso ir
E levar a safira comigo !

-Já estou quase a chegar!
O jovem, tão preocupado
Nem me sentiu entrar
E pousar a safira , na jarra ,a seu lado!

-Olha como ele está contente!
Já tem como se remediar!
Até pensa que já há gente
No mundo para o admirar!

-Vou para o meu abrigo!
Com o Príncipe vou falar!
Há tanta gente em perigo
Sem ter como se salvar!

[/double_paragraph][double_paragraph]

[blockquote style=”2″]Versão pessoal do conto de Oscar Wild, O Príncipe Feliz, uma história actualmente de leitura obrigatória no 4º ano de escolaridade[/blockquote]

Parte IIParte I

 

“Canto a minha terra, a minha gente ! Este povo que amo , a terra arada, o sol ardente!”, Graça Foles Amiguinho
“Canto a minha terra, a minha gente ! Este povo que amo , a terra arada, o sol ardente!”, Graça Foles Amiguinho

[/double_paragraph] [/row]

Graça Foles Amiguinho

[spacer color=”8BC234″ icon=”fa-times” style=”3″]