Projecto visa adaptar Estação Ferroviária de Elvas a transporte de passageiros

Estação CP Elvas - Fontainhas
Estação CP Elvas - Fontainhas / Arquivo
   Pub   
   Pub   

A empresa Infra-estruturas de Portugal (IP) anunciou hoje que está a desenvolver um projecto para a adaptação da Estação Ferroviária de Elvas (Portalegre), que serve a Linha do Leste, para o serviço de transporte de passageiros.

Em comunicado enviado à agência Lusa, a IP explica que o projecto de execução visa “promover melhorias” ao nível do espaço e das infra-estruturas no edifício da estação, dotando-a com as “condições de conforto e de funcionalidade” adequadas à prestação de um serviço de “elevada qualidade”.

Fonte da IP disse à Lusa que só após a conclusão deste projecto “é que será possível adiantar uma estimativa” sobre o valor do investimento da empreitada.

 Pub 
 Pub 

O projecto agora em curso prevê que sejam efectuadas “melhorias” ao nível das acessibilidades e o arranjo exterior do largo da estação, bem como a construção de um parque de estacionamento com “50 lugares”.

De acordo com a IP, o projecto vai ser desenvolvido por um período estimado de seis meses e, posteriormente, serão desenvolvidos os procedimentos para a “promoção da intervenção de beneficiação e adaptação” para o serviço de passageiros da Estação Ferroviária de Elvas.

Na sexta-feira, os dois deputados do PS eleitos pelo círculo eleitoral de Portalegre, Ricardo Pinheiro e Eduardo Alves, manifestaram a sua “satisfação” pela aprovação no parlamento de um projecto de resolução que recomenda ao Governo o reforço de investimento na linha ferroviária do Leste.

Fonte do PS indicou à Lusa que o projecto apresentado em Junho no parlamento foi votado por “unanimidade” em plenário.

De acordo com os socialistas, o projecto de resolução recomenda ao Governo que aumente a frequência do transporte de passageiros na Linha do Leste, que liga a estação de Abrantes (Santarém) à estação de Elvas, com “horários ajustados” às necessidades das populações.

O documento solicita ainda ao Governo que “planeie e enquadre” a electrificação da Linha do Leste numa “fonte de financiamento adequada” e que “reforce” as condições de operacionalização.

O projecto recomenda ainda que o Governo “reforce as condições de conforto” do seu material circulante e estude, no âmbito da construção do Plano Ferroviário Nacional, soluções que “aproximem” a estação ferroviária de Portalegre à cidade.