Publicidade   
   Publicidade   

De 15 a 21 de Abril, a Polícia de Segurança Pública, à semelhança dos anos anteriores, irá levar a cabo a operação Páscoa em Segurança em todo o território nacional.

   Publicidade   
   Publicidade   

A presente operação assentará em várias vertentes. Uma será a prevenção da sinistralidade rodoviária, pretendendo-se, numa atitude pro-activa e dissuasora, diminuir os índices de criminalidade e sinistralidade rodoviária registados na área da PSP atendendo a que neste período festivo verifica-se uma maior movimentação rodoviária não só no interior das cidades, mas também de e para os locais de naturalidade dos cidadãos, para as tradicionais comemorações, o que origina elevados fluxos de trânsito.

A redução da sinistralidade rodoviária constitui uma prioridade estratégica para a PSP e para o país, pelo que se impõe um empenhamento intensivo dos meios disponíveis, tendo em vista optimizar e incrementar a acção fiscalizadora dos comportamentos de riscos, por parte dos utentes da via, e que indubitavelmente contribuem para a ocorrência de acidentes rodoviários pois, apesar da diminuição do indicador relativo às vítimas mortais, os níveis de sinistralidade rodoviária continuam a assumir valores relevantes.

Sinistralidade Rodoviária – Acidentes com vítimas Área PSP – Análise comparativa 1º Trimestre 2018/2019
Acidentes com Vítimas Mortos Feridos Graves Feridos Leves
2018 2019 Variação 2018 2019 Variação 2018 2019 Variação 2018 2019 Variação
3534 3842 308 21 18 -3 161 168 7 4124 4501 377

Para além disto, as férias escolares contribuem igualmente para uma maior movimentação de viaturas e pessoas, em especial junto de centros de diversão nocturna, potenciando o consumo de bebidas alcoólicas e/ou substâncias psicotrópicas, bem como à adopção de comportamentos de risco que propiciam a ocorrência de acidentes rodoviários e/ou ampliam as suas consequências, pelo que se dará maior ênfase à segurança nas zonas limítrofes desses locais.

Também nesta época do ano é usual verificar-se um aumento significativo do fluxo de turistas, sobretudo espanhóis e franceses, pelo que se dará continuidade ao Acordo de Cooperação em matéria Policial e Aduaneira entre Portugal e Espanha, e entre Portugal e França, que se consubstancia em equipas policiais destes países apoiarem a segurança que a PSP presta a esses cidadãos estrangeiros que visitam o nosso país. É de referir que uma patrulha da PSP também se deslocará a Salamanca, a fim de colaborar com o Cuerpo Nacional de Policía (CNP) no apoio aos turistas portugueses, bem como jovens estudantes nacionais em férias escolares.

Este ano pretende-se, igualmente, durante este período, numa perspectiva pedagógica e de proximidade, desenvolver um conjunto de acções junto dos cidadãos idosos direccionadas para a prevenção da criminalidade e para a adopção de estratégias e medidas de auto-protecção por parte deste grupo etário.

O apoio da Police Nationale de França ocorrerá em Lisboa, enquanto o CNP de Espanha estará a apoiar a PSP em Olhão, Alcobaça e Peniche.