PSP-reforça-fiscalização-rodoviária-às-2-rodas
   Publicidade   
   Publicidade   
   Publicidade   

A Polícia de Segurança Pública (PSP), na janela temporal de 07 a 13 de Julho, inclusive, irá incrementar a fiscalização específica dos veículos de duas rodas com motor, bem como dos comportamentos dos demais utentes da via que coloquem em causa a segurança dos condutores dos veículos de duas rodas.

   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 

Esta operação irá incidir especialmente sobre:

i.        Condução perigosa no contexto de corridas, exibições de habilidades e acrobacias com veículos na via pública;
ii.        Correcta utilização do capacete de protecção;
iii.        Cumprimento da sinalização semafórica;
iv.        Correcção dos procedimentos prévios à realização da manobra de ultrapassagem;
v.        Correcta mudança da via de trânsito e adequada sinalização de manobras;
vi.        Cumprimento dos limites de velocidade e das regras de prioridade e,
vii.        Detecção de situações de condução sob o efeito do álcool.

A PSP pretende, primordialmente, contribuir decisivamente para que o gradual aumento do fluxo rodoviário não implique o aumento da sinistralidade e, por outro lado, reforçar junto dos condutores a necessidade de conduzirem de forma defensiva.

Entre 01 de Janeiro e 15 de Junho de 2020 a PSP registou:

13 656 acidentes de viação com danos (uma quebra de 31% em relação a 2019, com 19 710 acidentes) e,
4 727 acidentes de viação com vítimas (uma quebra de 35% em relação a 2019, com 7 259 acidentes), de que resultaram
36 vítimas mortais (uma diminuição de 41% em relação a 2019, com 61 vítimas), e
5 559 feridos, 247 dos quais em estado grave (uma variação global de 38% em relação a 2019, em que foram registados 8924 feridos, dos quais 342 em estado qualificado como grave).

Das vítimas mortais registadas no presente ano, 19 (53%) resultaram de despistes e 10 (28%) de atropelamentos.

Destes dados globais, importa destacar que a sinistralidade com veículos de duas rodas com motor representa, entre 01 de Janeiro e 15 de Junho de 2020, 35% da sinistralidade com vítimas (1617 ocorrências), de que resultaram 8 mortos e 1745 feridos, dos quais 76 em estado grave. Na mesma janela temporal no ano de 2019, a sinistralidade com veículos de duas rodas representou 31%  da sinistralidade global com vítimas (2299 acidentes), de que resultaram 11 vítimas mortais e 2539 feridos, 105 dos quais em estado grave.

É com base nestes indicadores que a PSP identificou as temáticas anteriormente identificadas como de primordial fiscalização no decurso desta operação nacional.

Esta actividade operacional de segurança rodoviária da PSP vai de encontro aos objectivos delineados no Plano Estratégico Nacional de Segurança Rodoviária (PENSE 2020), enquadrado pela Resolução do Conselho de Ministros n.º 85/2017, de 20 de Abril, e acompanha a campanha de sensibilização “Usar ou não usar capacete… não é questão!”, em parceria com a ANSR, Federação de Motociclismo de Portugal, GNR e ACAP.