Início Galerias Fotografia Recantos com História – Igreja dos Terceiros

Recantos com História – Igreja dos Terceiros

COMPARTILHE
©Manuel Martins
   Publicidade   
   Publicidade   

É da invocação de S. Francisco e o início da sua edificação data de 1701. No decorrer desse século fizeram-se vários melhoramentos, era sede da Ordem Terceira de S. Francisco.

O pórtico principal é todo guarnecido de mármore com pilastras e um apainelado tendo ao centro uma estrela de oito pontas e a data de 1761.

O interior é de uma só nave, a igreja é abobadada e tem uma capela-mor e quatro altares laterais. Tanto a capela-mor como os dois altares que a ladeiam são completamente revestidos de exuberante talha dourada, com grande profusão de motivos decorativos que enchem as colunas, apainelados, nichos, tronos e arcos. Este revestimento de obra de talha é um dos mais notáveis exemplares dessa época que se encontra em todo o distrito.

Na capela-mor os dois altares são de mármore de duas cores, assim como o púlpito e as molduras dos rótulos dos confessionários.

Corre nas paredes um silhar de azulejo azul e branco, com rodapé policromo, o silhar é recortado e representa, em vários painéis, cenas da vida de S. Francisco.

O coro assenta sobre um arco de volta abatida e tem uma balaustrada de mármore. A teia da capela-mor é de mármore e de madeira torneada. Á direita, na capela-mor, existe uma pintura de seda, assente sobre madeira, representando a Pietá. É uma obra espanhola do séc XVI.

No altar-mor existe uma lâmpada de prata de grandes dimensões, tendo o receptáculo as armas portuguesas, cinzeladas. É obra do séc XVIII.

Conserva-se na sacristia um jogo de três sacras de prata cinzelada, do séc XVIII, decoradas com motivos ornamentais.

   Publicidade