Início Galerias Fotografia Recantos com História: Romaria do Senhor Jesus da Piedade

Recantos com História: Romaria do Senhor Jesus da Piedade

COMPARTILHE
©Manuel Martins
   Publicidade   
   Publicidade   

No verão de 1736, o Padre Manuel Antunes dirigia-se à Horta dos Passarinhos de onde recebia rendimentos e pitanças (ração dada nas comunidades), como Capelão da propriedade, legada por Diogo Manuel o Marquês (de uma família rica).

Seguia das Portas da Esquina numa mulinha, e caiu, ficando muito ferido. Voltou a montar com dificuldade e tornou a cair. Ferido e quase inconsciente, seguiu a pé, julgando ser capaz de chegar, até bater num montículo de pedras onde se erguia uma cruz a assinalar, naquele local, a morte do lavrador da Torre dos Arcos.

Sem forças, ajoelhou-se junto da tosca cruz e prometeu mandar repara-la e celebrar uma missa no local, se conseguisse chegar à
Horta sem mais percalços e não tivesse mau resultado das quedas desastrosas que dera.

Passou o verão em que recuperou a saúde, sem incidentes, e cumpriu a promessa. O milagre conhecido fez com que os que se encontravam em transe aflitivo recorressem ao “Senhor Jesus da Piedade” como assim lhe chamaram daí em diante.

Mais Milagres, mais promessas cumpridas. Ergueu-se uma Capela (depois Igreja), os ex-votos aumentaram e o seu número atingiu os milhares que hoje vemos, tão impressionantes alguns, tão curiosos outros.

Assim nasceu a Romaria do Senhor Jesus da Piedade a qual se realiza há centenas de anos, coincidente com a feira de São Mateus, de 20 a 25 de Setembro, sendo ambas as mais célebres do sul de Portugal.

   Publicidade