Restauração
   Publicidade   
   Publicidade   

No conselho de ministros desta quinta-feira, 12 de Novembro foram adoptadas medidas restritivas mais duras e que vão prejudicar gravemente quer a restauração quer o comércio em geral.

   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 

Na sua declaração após o conselho de ministros, o Primeiro-Ministro, António Costa, esclareceu que a determinação “do encerramento a partir das 13 horas de sábado e até às 8 da manhã de domingo, e a partir das 13 horas de domingo e até às 8 horas de segunda-feira, todos os estabelecimentos comerciais ou de restauração”.

Esta medida conta com algumas excepções, como sejam “os estabelecimentos que já praticavam anteriormente um horário de abertura anterior às 8 horas – o que acontece por exemplo com várias padarias e que podem continuar a praticar o horário igual – excepções que tenham a ver com consultórios médicos e veterinários, farmácias, funerárias, bombas de gasolina, retalho alimentar de produtos naturais u dietéticos, com porta directa para a rua e com uma área não superior a 200m2, foi o mesmo critério que adoptámos já no passado aquando em anteriores restrições de abertura dos estabelecimentos” adiantou António Costa.

No que respeita à restauração, o Primeiro-Ministro frisou que “só poderá funcionar a partir as 13 horas para proceder à entrega domiciliária”.