Rui Jesuino
   Publicidade   
   Publicidade   

Rui Jesuíno, técnico superior da Câmara Municipal de Elvas, licenciado em História e Património Cultural pela Universidade de Évora e Mestrado em Ciências da Informação e da Documentação da mesma universidade, é desde hoje, dia 13 de Abril, o Cronista Oficial da cidade.

A cerimónia de tomada de posse aconteceu no decurso da abertura ao público da Casa da História Judaica de Elvas, e contou com a presença de mais de uma centena de convidados, entre os quais familiares e amigos.

O presidente da Câmara Municipal de Elvas, Nuno Mocinha, salientou que esta escolha se deve ao “prestígio, na área da investigação, e é devidamente reconhecido pelas publicações que salvaguardam a história local deste concelho” do técnico, sendo por isso um grande conhecedor da história do concelho.

O agora cronista oficial mostrou-se orgulhoso desta distinção e referiu ser “com grande sentido de honra, satisfação e responsabilidade” que vai realizar o seu trabalho, sempre “na defesa do património de Elvas”.

A tarefa de Rui Jesuíno passa por relatar “os factos históricos ou da actualidade” que aconteçam no concelho, para que se perpetuem para a história, ficando assim registados na memória dos elvenses.

Por sua vez a directora Regional de Cultura do Alentejo, Ana Paula Amendoeira, salientou que “os historiadores são artesãos da memória”, daí que “é a partir da investigação histórica que valorizamos a memória e, assim, podemos escolher o que deve ser lembrado”.