SEF-Serviço-de-Estrangeiros-e-Fronteiras
   Publicidade   
   Publicidade   

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) anunciou em comunicado ter detido em Elvas, na última quinta-feira, 28 de Novembro, dois cidadãos estrangeiros “indiciados pela prática dos crimes de auxílio à imigração ilegal e de tráfico de pessoas”, na sequência de uma investigação criminal sob a tutela do Ministério Público de Portalegre.

   Pub 
   Pub 
   Pub 

“No âmbito da operação Kebab“, o SEF levou a cabo “diversas buscas a domicílios e a estabelecimentos de restauração em três localidades alentejanas – Elvas, Portalegre e Campo Maior – e, também, na zona fronteiriça espanhola”.

“Os dois detidos obrigavam os trabalhadores estrangeiros a laborar horas excessivas sem qualquer descanso semanal. Nestas condições foram detectados mais de uma dezena de trabalhadores, que na expectativa de virem a conseguir a legalização documental, pagaram aos detidos avultadas quantias monetárias para obterem contratos de trabalho, ficando assim reféns dos mesmos numa total dependência financeira, chegando a ter de dormir nos estabelecimentos comerciais”, refere o SEF.

Na operação policial estiveram envolvidos cerca de 20 inspectores do SEF

Presentes ao Tribunal Judicial da Comarca de Portalegre, os detidos virem ser-lhes aplicadas diversas medidas de coação bem como Termo de Identidade e Residência. Estão ainda sujeitos a apresentações bissemanais, proibição de exercer actividade na área da restauração, encerramento dos estabelecimentos comerciais e proibição de ausência do país por mais de cinco dias.