Sines-inicia-prolongamento-do-Molhe-Leste
   Publicidade   
   Publicidade   

A Administração do Porto de Sines consignou à Conduril a obra de prolongamento do Molhe Leste, a realizar no âmbito da expansão do terminal de contentores. O investimento, público, ascende a cerca de 72 milhões de euros.

   Pub 
   Pub 
   Pub 

O prolongamento do molhe em 750 metros melhorará as condições de protecção ao Terminal XXI que, depois da expansão a cargo da PSA Sines, poderá receber e operar em simultâneo quatro navios porta-contentores de última geração.

A obra agora consignada é a maior de um “pacote” de investimentos de 100 milhões de euros que a administração portuária fará para acompanhar os mil milhões de investimento privado previstos para a expansão do Terminal XXI e a criação do Terminal Vasco da Gama.

Outros investimentos incluem a requalificação do ramal do porto alentejano (8,4 milhões de euros), um Centro de Despacho de Mercadorias & Pré-Gate Rodoviária (4,8 milhões), uma nova lancha de pilotos (900 mil euros) e o reforço da rede eléctrica para alta tensão (dez milhões de euros).

O aditamento ao contrato de concessão do Terminal XXI, assinado em Outubro, prevê um investimento de 661 milhões de euros da PSA Sines, na duplicação da capacidade instalada para 4,1 milhões de TEU/ano.