Início Opinião João Carvalho Sonhos Perdidos

Sonhos Perdidos

COMPARTILHE
   Publicidade   
   Publicidade   

Vendo-te aí parado, deixando a vida acontecer,
Pergunto-me, quando foi que paraste de sonhar?
Quando é que desististe de ti e te acomodaste?
Ou será que fui eu, que não soube crescer?
Será errado continuar a sonhar, a querer mais,
Não me contentar com o que a vida me dá,
E correr atrás do que quero.

Tu encolhes os ombros,
Dizes-me que não vale a pena,
Somos o que somos e daí não passamos, afirmas.
Mas eu sou mais, eu quero ser mais,
Quero que valha a pena, não me contento.

Os anos passam e embora esteja aqui,
Já não estou a teu lado.
Seguimos rumos diferentes,
Não consigo ignorar a mágoa que carrego porque tu desististe,
Entregaste os pontos, aceitaste o que a vida te deu.
A amargura tomou conta de mim,
E o ressentimento de ti.

Virámos lobos em pele de cordeiro,
Aniquilámos o que nos unia,
Ficámos juntos por companheirismo,
Ou falta de coragem para partir.

Texto: AAdolfo
Foto: João Carvalho

   Publicidade   
   Publicidade   
Artigo anteriorElvas – Eleições
Próximo artigoBalanço do São Mateus 2017
João Carvalho

João Carvalho, nasceu em Portalegre em 1968, vive em Elvas, onde exerce a sua profissão de Enfermeiro desde 1994.

Desde 2007 que se inicia no mundo da fotografia de uma forma muito amadora, paixão que tem vindo a dedicar-se ao longo destes últimos tempos.

Tem gosto pelas paisagens que este recanto de Portugal proporciona. A luz, a cor deste nosso Alentejo são motivos mais que suficientes para os captar e mostrar.

Pode seguir o seu trabalho fotográfico através dos links abaixo ou no seu
FotoBlog.