Publicidade   
   Publicidade   

Opinião de Graça Amiguinho

   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 

Para grandes males, grandes remédios!

É urgente encontrar soluções que minimizem os danos causados, em todas as vertentes, possíveis e imaginárias, por esta pandemia, que têm devastado vidas e arruinado a economia mundial.

Só recorrendo aos conhecimentos científicos e encontrando soluções, será possível evitar a propagação de tão devastador vírus.

É inacreditável, como há gente que entende, na sua sábia inteligência, que somos todos loucos, os que acreditamos ser verdade o que os cientistas e os virologistas divulgam, sobre a calamidade que se abateu sobre a humanidade.

Que seria do mundo, se fosse governado por essas pessoas que pensam saber mais do que aqueles e aquelas que levaram horas, dias e meses, para encontrar uma vacina que nos imunize e proteja desta doença, tantas vezes, mortífera.

“Canto a minha terra, a minha gente! Este povo que amo , a terra arada, o sol ardente!”, Graça Foles Amiguinho
“Canto a minha terra, a minha gente! Este povo que amo, a terra arada, o sol ardente!”, Graça Foles Amiguinho

Que terão que fazer os responsáveis das nações, para conseguirem convencer os que minimizam esta pandemia, chamando-lhe “uma gripezinha”?

Não serão demasiado suficientes, as imagens televisivas que nos entram em casa, todos os dias, dos doentes hospitalizados, dos enterros em catadupa e os testemunhos de quem esteve no “corredor da morte” e dele regressou, cheio de mazelas e quem sabe, se algum dia passarão ou se irão agravar-se no decorrer da vida!?

São estes incrédulos que nada contribuem para deter a contaminação, com os seus incentivos de desobediência às regras estabelecidas, à liberdade desenfreada, ao desrespeito pela vida do seu semelhante.

A liberdade de expressão, quando colide com o bem público, no meu entender, devia ser coartada. Ninguém tem o direito de divulgar notícias falsas, conceitos duvidosos que atraem, infelizmente, os menos informados, os descontentes, porque nada os satisfaz, os que tudo criticam, só por criticar, os que de tudo duvidam, só por duvidar, os que põem em causa princípios e critérios científicos, porque andam com os pés na lua.

Os governos de todo o mundo apostam na testagem massiva e na vacinação das populações, atendendo ao grau de prioridade, respeitando a idade e as patologias de cada pessoa.

Resta-nos confiar e acatar com humildade e esperança, até que chegue a nossa vez e possamos todos recuperar a normalidade perdida, diminuir os danos causados pela perda de postos de trabalho, sentir mais segurança e podermos fazer o que mais gostamos, sem corrermos riscos, nem causar mal a ninguém, involuntariamente.