Poupar energia em teletrabalho
   Publicidade   
   Publicidade   

Apesar de já serem muitas as empresas por todo o mundo a praticarem o teletrabalho, a pandemia da Covid-19 levou muitas outras a apostar nesta modalidade.

   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 
   Pub 

As vantagens e benefícios do teletrabalho são múltiplos, tanto para os trabalhadores como para as empresas. No entanto, também é importante saber como isso pode afectar o consumo de energia em casa de forma torná-lo óptimo e responsável. Portanto, este artigo apresentará algumas dicas e truques para que seja possível poupar energia com o teletrabalho e trabalhar em casa de forma eficiente do ponto de vista do consumo de energia, evitando um aumento das contas de electricidade.

Como podemos poupar energia em casa agora que consumimos mais? Damos-lhe algumas dicas.

1. Tire partido da luz natural

Junto com a temperatura, a luz é um dos elementos mais importantes para um trabalho confortável e produtivo. Assim, tirar partido da luz natural será a chave para ter uma luz clara e confortável para trabalhar. Desta forma, sempre que possível, escolha um local da sua casa onde haja luz natural durante a maior parte do dia e deixe as cortinas abertas. Isso, além de beneficiar a nossa visão, reduzirá a conta da electricidade através do reduzido consumo de energia.

2. A temperatura ideal

Ter uma temperatura ideal em casa será um dos aspectos fundamentais para se sentir confortável enquanto está a trabalhar em casa. Usar um termostato será de grande ajuda para si.

No inverno, se necessitar de ligar o aquecimento, tenha em consideração que a temperatura da sua casa deve situar-se entre os 21ºC e os 23ºC. Por sua vez, no verão, se necessitar de ligar o ar condicionado, faça-o apenas quando necessário e em torno dos 24ºC ou 25ºC.

3. Escolha as tarifas de energia ideais para si

Dependendo do seu dia de trabalho e das outras actividades em casa, as suas necessidades energéticas podem variar. A escolha das tarifas eléctricas que melhor atendem às suas necessidades será fundamental para contribuir com a poupança de energia. Por exemplo, pode optar por tarifas de energia bi-horárias, isto é, utilizar a maioria dos eletrodomésticos ou cozinhar em determinados horários onde o preço da luz é mais baixo. Por norma à noite e fins de semana o preço é bem mais reduzido.

Além das tarifas de energia, é importante averiguar se é necessário baixar a potência eléctrica já que é comum ter contratada uma potência superior à necessária e isso é um gasto desnecessário na factura de energia.

4. Desligue os dispositivos electrónicos quando não estiverem em uso

Outro elemento com o qual é possível poupar energia com o teletrabalho é desligar todos os aparelhos electrónicos ao terminar o dia de trabalho. Por exemplo, um computador “stand by” continua a consumir energia. Para que não se esqueça de desligar todos os aparelhos, pode ligá-los todos a uma extensão eléctrica e depois desligá-los ao mesmo tempo.

Além disso, a utilização de aparelhos com alta eficiência energética ou baixo consumo pode significar grande poupança a médio e longo prazo.

5. Atenção ao gasto com a internet e dados móveis

Sabemos que hoje em dia ter acesso à internet e dados móveis através do nosso smartphone é o mais comum. No entanto, deve repensar no seu tarifário de dados móveis, pois se neste período de confinamento está em regime de teletrabalho, provavelmente não lhe compensa mantê-lo, até porque se já tem internet em casa, não há necessidade de pagar por dois serviços.

Contacte com a sua operadora de telecomunicações e informe-se sobre a possibilidade de baixar o preço do seu pacote de dados ao contratar outros tarifários de internet móvel.

Com estas pequenas dicas, não só conseguirá poupar energia como evitar o aumento do gasto de luz ao trabalhar em casa e ainda poupar dinheiro ao mesmo tempo que protege o ambiente através de gestos sustentáveis.

---[ Pub ]---