Início Galerias Fotografia Tudo o que tenho para te dizer não se diz

Tudo o que tenho para te dizer não se diz

COMPARTILHE
Elvas, Portugal, 2016 ©João Carvalho
   Publicidade   

Tudo o que tenho para te dizer já foi dito. Porque as palavras não se separam dos corpos, porque apenas o tempo se move. Tudo o que tenho para te dizer é o que ainda me faz ter-te. Exijo a dança imóvel das coisas, e depois o toque, e depois o arrepio. O idioma da carne é o poema. Tudo o que tenho para te dizer não consigo dizer. Que me arrancas aos órgãos, que me colhes de apogeu; que me dói seres-me mero fragmento e sentido inteiro. Que não há papel onde te caibas em letras. Tudo o que tenho para te dizer não se diz. Texto: “Hoje Vou Sufocar a Melancolia”, António de Deus-Rosto (autor)

   Publicidade   
   Publicidade   
   Publicidade